Clube de Saúde – Saúde Feminina

O Clube de Saúde, é um Projeto da Associação Juvenil A Nossa Voz com o objetivo de divulgar e alterar para alguns problemas de saúde que afetam os jovens.

Este mês iremos falar de Menstruação e Autoexame da mama.

Menstruação

A menstruação também conhecida por período, é a perda de sangue que se deve à descamação do endométrio, ou seja, a camada superficial do útero e dura entre 2 e 7 dias, surgindo uma vez por mês, normalmente de 28 em 28 dias (número correspondente à duração média do ciclo menstrual, podendo variar entre 21 e 35 dias). O ciclo menstrual inicia-se no primeiro dia da menstruação e dura até ao primeiro dia da menstruação seguinte e está dividido em várias fases.

A primeira menstruação aparece normalmente entre os 12 e 15 anos, podendo surgir mais cedo.

Tenho o período e agora?

Primeiro deves manter-te calma, pois o aparecimento do período é um acontecimento normalíssimo da vida da mulher e significa que o corpo se está a desenvolver de forma saudável. Depois, deves partilhar esta situação com alguém da tua confiança para que te ajude, te explique o que está a acontecer e o que deves fazer.

A menstruação vem acompanhada de alguns sintomas, que podem ser físicos como cólicas, sensação de inchaço, dores de costas, cabeça e na zona do peito (que também tende a inchar), náuseas e desconforto geral. Para além de físicos podem ser psicológicos como irritabilidade, tristeza, alterações do sono e apetite. Muitos destes sintomas podem ser antecedentes ao aparecimento do período, e a isso chama-se TPM (tensão pré-menstrual).

Tudo isto se deve às alterações hormonais que acontecem nesta altura, sendo por isso normal.

Para que mantenhas a tua higiene íntima e estejas limpa, vais escolher uma modalidade de absorção como os pensos higiénicos ou tampões (atualmente já existem outros métodos, mas estes serão os mais básicos). Tanto os pensos como os tampões têm diferentes tamanhos e espessuras, que podes escolher de acordo com o teu fluxo.

É importante saber que as primeiras menstruações podem ser irregulares e por isso a duração do ciclo e da menstruação em si podem ir alterando (por vezes, até há meses em que o período não vem), logo não deve ser motivo de alarme.

Caso as irregularidades se mantenham, e os sintomas sejam muito fortes de maneira que atrapalhem o teu dia a dia, se sentires que algo não está certo ou se simplesmente quiseres ter uma consulta médica para perceber se está tudo bem, podes e deves consultar um médico no centro de saúde da tua localidade ou um médico ginecologista.

Autoexame da mama

As doenças associadas às glândulas mamárias são bastante frequentes, destaca-se dentro destas doenças o cancro da mama, que segundo o Serviço Nacional de Saúde, 1 em 8 mulheres ao longo da sua vida pode vir a ser vítima desta doença, principalmente em idades acima dos 50 anos.

Para a prevenção destas doenças, as mulheres devem ser ensinadas, desde cedo, a detetar sinais de alerta. Uma forma de prevenção é o autoexame mamário, que se divide em duas partes: observação e palpação

Em idades mais avançadas as mulheres devem, também, recorrer a exames.

É importante relembrar que tanto a palpação como a observação não substituem os exames de rastreio.

Como fazer o autoexame?

Este autoexame deve ser feito regularmente, sendo indicado fazer uma vez por mês. Em mulheres em idade fértil deve ser feito após a menstruação e em mulheres que já estão na menopausa, pode ser feito numa altura à sua escolha.

Primeiro procede-se à observação que consiste em posicionar-se em frente ao espelho, com as mãos na cintura e depois com os braços para cima, devendo observar se há alterações na simetria dos peitos, na cor, consistência e na posição dos mamilos. Deve-se ainda verificar se há repuxamento da pele.

Em segundo, deve-se proceder à palpação da zona mamária e das axilas.

Esta palpação deve ser feita com a ponta dos dedos ao longo de toda a mama, fazendo movimentos circulares no sentido dos ponteiros do relógio (é recomendado que se divida a mama em 6 secções a partir da parte de cima até ao mamilo).

Existem outros métodos para além do sentido dos ponteiros do relógio, como o das linhas verticais ou dos círculos concêntricos. O importante é que toda a zona seja palpada.

Em seguida as axilas devem também ser palpadas com movimentos circulares.

Caso sinta algum nódulo duro nestas zonas ou observe alterações na forma/consistência do peito, feridas, inversão recente dos mamilos ou ainda algum tipo de corrimento mamilar invulgar, deve dirigir-se ao seu médico de família ou a um médico especialista.

Atenção! Todos devemos fazer o autoexame da mama.

O IPDJ, I.P. pode ajudar-te

Serviços disponíveis

  • Saúde mental/psicológica;
  • Saúde sexual e reprodutiva;
  • Comportamentos aditivos;
  • Alimentação e atividade física.

Tel: 265 521 200

Email: mailsetubal@ipdj.pt

Clube de Saúde – Depressão

O Clube de Saúde, é um Projeto da Associação Juvenil A Nossa Voz com o objetivo de divulgar e alterar para alguns problemas de saúde que afetam os jovens.

A depressão é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o “Mal do Século”. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que podem aparecer com frequência. A depressão provoca ainda ausência de prazer em coisas que antes faziam bem e uma grande oscilação de humor e pensamentos, que podem culminar em comportamentos e atos suicidas.

Causas

  • Fatores temperamentais,
  • Fatores ambientais,
  • Fatores genéticos e fisiológicos.

Consequências

  • Risco mais elevado de desenvolver outras doenças
  • Queixas somáticas (dores de cabeça, dores abdominais, dores nas articulações ou em outras partes do corpo…);
  • Problemas relacionais que vão afetar os diversos contextos de vida (familiares, profissionais e sociais);
  • Problemas financeiros;
  • Risco mais elevado de suicídio.

Depressão nos Jovens

A adolescência é um período difícil, com variações no humor e crises emocionais. Os jovens passam por várias situações novas e pressões sociais quando se aproximam da idade adulta e, para alguns, este período de transição pode ser muito difícil.

O baixo rendimento escolar, a inquietação a irritabilidade, o afastamento ou isolamento de atividades sociais podem ser alguns dos sintomas de depressão nos jovens.

Prevenções

  • Não te isoles;
  • Reforça os laços familiares e de amizade;
  • Mantem-te intelectual e fisicamente ativo;
  • Consulta o teu médico, se encontrares sinais ou sintomas de perturbação emocional.

Não sejas espectador passivo da tua vida

Contribui para promover a tua saúde mental e a dos outros

CUIDAR SIM, EXCLUIR NÃO

O IPDJ, I.P. pode ajudar-te https://ipdj.gov.pt/coloca-aqui-as-tuas-duvidas/-/perguntas-anonimas/pergunta

Clube de Saúde – Saúde Mental

O Clube de Saúde, é um Projeto da Associação Juvenil A Nossa Voz com o objetivo de divulgar e alterar para alguns problemas de saúde que afetam os jovens.

A Saúde Mental de uma pessoa está relacionada à forma como ela reage às exigências da vida e ao modo como harmoniza os seus desejos, capacidades, ambições, ideias e emoções.

Causas:

  • Fatores Genéticos
  • Fatores Biológicos
  • Fatores Psicológicos
  • Fatores Ambientais (incluindo fatores sociais e culturais)

Fatores de Risco:

  • Desejo de maior autonomia;
  • Questões relacionadas com a identidade sexual;
  • A violência;
  • As dificuldades socioeconómicas;
  • O estigma, a discriminação ou exclusão social;
  • A dificuldade no acesso a serviços qualificados, entre outros.

Saúde Mental e os Jovens

A adolescência é um período crucial para o desenvolvimento e manutenção de hábitos sociais e emocionais importantes para o bem-estar mental, como por exemplo:

– a adoção de padrões de sono saudáveis;

– exercícios regulares;

– resolução de problemas e habilidades interpessoais;

– Aprender a administrar emoções.

Ambientes de apoio na família, na escola e na comunidade em geral também são importantes.

Prevenções

  • Não te isoles;
  • Reforça os laços familiares e de amizade;
  • Mantem-te intelectual e fisicamente ativo;
  • Consulta o teu médico, se encontrares sinais ou sintomas de perturbação emocional.

Não sejas espectador passivo da tua vida

Contribui para promover a tua saúde mental e a dos outros

CUIDAR SIM, EXCLUIR NÃO

O IPDJ, I.P. pode ajudar-te https://ipdj.gov.pt/coloca-aqui-as-tuas-duvidas/-/perguntas-anonimas/pergunta

Clube de Saúde – Tabagismo

O Clube de Saúde, é um Projeto da Associação Juvenil A Nossa Voz com o objetivo de divulgar e alterar para alguns problemas de saúde que afetam os jovens.

Hoje, é lançada a 2ª Ficha do Clube de Saúde, com a temática do tabagismo.

O tabagismo é uma toxicomania caracterizada pela dependência física e psicológica do consumo de nicotina, substância presente no tabaco.

Causas:

  • Pressão social
  • Ansiedade ou estresse
  • Dependência física ou psicológica
  • Influências culturais
  • Conflitos emocionais ou pessoais

Algumas consequências:

  • Levar a vários cancros como (boca, laringe, faringe, esófago, pulmão, pâncreas, rim, bexiga e colo do útero)
  • Redução da expectativa de vida
  • Distúrbios de ansiedade como depressão e estresse
  • Problemas de infertilidade e complicações na gravidez

Tabaco e os jovens:

O tabagismo afeta os jovens nos dias de hoje, aumentando o risco de doenças cardiovasculares, respiratórias, cancro e dependência.

Consequências -» Diminui a capacidade física e cognitiva

Agora para fazeres uma autorreflexão…

  • Já usaste alguma substância que contém nicotina?
  • Porque é que o fizeste?
  • Como te sentiste?
  • Foi fácil obter o álcool?
  • Exageraste no consumo?

Se precisas de ajuda ou se conheces alguém que precise, não tenhas medo de procurá-la!

Podes encontrá-la aqui:

https://www.dgs.pt/programa-nacional-para-a-prevencao-e-controlo-do-tabagismo/quer-deixar-de-fumar.aspx

Lançamento da 1ª Ficha do Clube de Saúde

O Clube de Saúde, é um Projeto da Associação Juvenil A Nossa Voz com o objetivo de divulgar e alterar para alguns problemas de saúde que afetam os jovens.

Hoje, é lançada a 1ª Ficha do Clube de Saúde, com a temática do alcoolismo.

O alcoolismo é uma doença crónica e tem vários fatores que contribuem para o seu desenvolvimento, que avança de forma gradual. Alguns destes fatores são a frequência de consumo, a quantidade, condições de saúde da pessoa e outros.

As causas:

  • Fatores Genéticos
  • Fatores Psicológicos/Problemas Emocionais
  • Fatores Sociais
  • Fatores Ambientais

Algumas das consequências:

  • Risco de intoxicação
  • Risco de cancro e outras doenças
  • Distúrbios de sono e menstruais
  • Problemas sexuais
  • Risco de transtornos mentais
  • Risco de lesões intencionais ou não intencionais

Álcool e os Jovens

As consequências do álcool mais sentidas nos jovens estão, especialmente, ligadas ao cérebro, pois estes estão numa fase de constante desenvolvimento.

Consequências:

  • Atrasos no desenvolvimento cerebral e nas funções cognitivas
  • Alterações sérias na personalidade

Se precisas de ajuda ou se conheces alguém que precise, não tenhas medo de procurá-la!

Podes encontrá-la aqui:

  • https://www.aaportugal.org/
  • https://www.sns24.gov.pt/servico/aconselhamento-psicologico-no-sns-24/
  • https://www.apmaat.pt/pt/publico/contactos-uteis

Carta Aberta sobre a situação dos Professores

(na ótica de um aluno da Quinta do Conde)

Na visão de um aluno, existe a necessidade de uma reforma estrutural do sistema de ensino e a valorização da carreira de Professor.

Na visão de um aluno não faz sentido ver os meus professores deslocados das suas famílias e casas, ainda por cima com a loucura que estão os valores das rendas das casas/quartos (não faz sentido ter Professores do Porto, aqui na Quinta do Conde, Sesimbra e saber de Professores desta zona a irem para o Porto).

Na visão de um aluno não faz sentido os salários carecerem de uma premente atualização e manutenção dessa atualização, pois ser Professor não são só as horas que estão connosco, mas todas as horas de preparação das aulas, correção de trabalhos e testes (gostaria de relembrar que as férias estão limitadas àquele mês no verão).

Na visão de um aluno não faz sentido as escolas públicas estarem em condições degradantes (por vezes valorizamos as aulas de canoagem que tivemos por parecem realmente úteis nos dias de chuva, pois a escola parece o nosso mar de Sesimbra).

Na visão de um aluno não faz sentido que as matérias e métodos de ensino não tenham uma atualização, o sistema de exames ser retrógrado e o sistema de educação “obrigar” os alunos (pais) a pagar explicações.

Na visão de um aluno não faz sentido passarmos grande parte do tempo livre a estudar (para compensar deficiências do sistema de ensino) o que por vezes dá origem a distúrbios psicológicos e o não aproveitando desse tempo para projetos de voluntariado, desporto ou passar tempo com os amigos.

Na visão de um aluno não faz sentido sentir que a educação não é valorizada por ver gerações a lutar por uma Escola Secundária na Quinta do Conde, onde o próprio Governo reconhece que essa escola faz falta e não a construir.

Na visão de um aluno a educação é um pilar de uma sociedade mais informada, inclusiva e participativa e por isso merece o apoio e valorização por parte de Todos!

Um aluno

Embaixador da Educação

Jovens com uma voz mais ativa

Sabias que uma das formas de participação juvenil é através do associativismo? O associativismo é um dos mecanismos que permite os jovens ter uma voz mais ativa na sociedade. Mas nem sempre é um mecanismo disponível em todo o território português, como era o caso da Quinta do Conde, mas isso foi alterado.

Na Quinta do Conde, concelho de Sesimbra, surgiu a Associação Juvenil a Nossa Voz, com o objetivo de aumentar a participação dos jovens na comunidade.

A nossa criação foi a 26 de dezembro de 2022 (uma curiosidade, foi no Ano Europeu da Juventude).

Fica atento às novidades e junta-te a nós, porque juntos podemos construir uma sociedade melhor!

Para isso, podes começar por nos seguir no Instagram:

Ou, visitar a página dos Projetos.